7 de setembro de 2012

...


Vejo o sol
Quem não vê o sol?
Tem sol aqui
E se eu andar
Ali também tem sol
Qualquer lugar
É cheinho de sol
Sol quando é noite 
É que não

Sob o sol 
Sobretudo sol
Tem sol em ti
Se eu te abrigar
Em mim também tem sol
Qualquer lugar
É cheinho de sol
Sol quando é noite 
É que não

Sempre sol
Semprevivo sol
Tem sol demais
Fora os demais
Sempre nos resta o sol
Qualquer lugar
É cheinho de sol
Sol quando é noite 
É que não

Vejo o sol
Quem não vê o sol?
Tem sol aqui
E se eu andar
Ali também 
Tem sol...

("Sol" - Vitor Ramil)

13 de agosto de 2012




Gosto de ti
Não apenas pelo que és,
Mas pelo que sou
Quando estou contigo.

Gosto de ti
Não apenas pelo que
Fazes de ti mesma,
Mas por aquilo que
Estás fazendo de mim.

Gosto de ti
Por me ajudares a fazer
Das palavras de cada dia
Não um lamento,
Mas uma canção...


(Autor Desconhecido"

12 de agosto de 2012

Choveu...






Choveu dentro de mim
Gotas de tempo puro
Trovoadas de passado
Relâmpagos do futuro
Todos os relógios de pulso
Foram jogados no lixo
Modificando a história do homem
Mudando a vida do bicho
A sensibilidade dos anjos
Tornou-se meu ponto de vista
E a multiplicidade do agora
Faz de todo mundo um artista
Todos os relógios da torre
Perderam o mínimo sentido
Chegou a hora da aventura
Em busca do tempo perdido
O que a humanidade grita é
Eu quero a liberdade, é lógico
Mas o que a natureza ensina
É que nada tem que ser cronológico...

("Gotas de Tempo Puro" - Paulinho Moska)

11 de agosto de 2012







Te desejar:
Vida
Inteira
Completa...
     Te celebrar:
     Flores
     Cores
     Sonhos reais
     Poesia, pequena...
           Busca, Espera,
           Experimenta,
           Vai, Volta, Fica!
               Sossega...
Diz que sim, talvez...
     Sem medo,
     Com medo,
     Da forma que for
           Já és presente:
              Pra alma,
              Pra vida
              Inteira...


1 de julho de 2012


Do Acre até Noronha, andei
Foz do Iguaçu a Macapá
Que nessas bandas não achei
Saí por aí procurar

Torneiros, pixadores, leis
Tropeiros, lavadeiras, reis
Bueiros, pirambeiras
Nem lembro bem por onde passei

De caminhão, de carona
De metrô, de pau de arara
Fui até buscar nas gringas e voltei
Tropecei no meu quintal, você

Disse pr’eu ficar
Bom é ser de casa
Busquei em tudo o que é lugar
Pra encontrar no meu quintal

Pr’eu ficar bem no meu quintal

De Casa
Léo Versolato/Dani Gurgel
 

18 de junho de 2012

Alguém Cantando






Alguém cantando longe daqui
Alguém cantando longe, longe
Alguém cantando muito
Alguém cantando bem
Alguém cantando é bom de se ouvir
Alguém cantando alguma canção
A voz de alguém nessa imensidão
A voz de alguém que canta
A voz de um certo alguém
Que canta como que pra ninguém
A voz de alguém quando vem do coração
De quem mantém toda a pureza
Da natureza
Onde não há pecado nem perdão.

(Caetano Veloso)

17 de junho de 2012

Poderia se chamar...


O AMOR que eu te tenho é um afeto tão novo
Que não deveria se chamar AMOR
De tão irreconhecível, tão desconhecido
Que não deveria se chamar AMOR

Poderia se chamar NUVEM
Pois muda de formato a cada instante
Poderia se chamar TEMPO
 Porque parece um filme a que nunca assisti antes

Poderia se chamar LA-BI-RIN-TO
Pois sinto que não conseguirei escapulir
 Poderia se chamar A U R OR A
 Porque vejo um novo dia que está por vir

Poderia se chamar ABISMO
Pois é certo que ele não tem fim
Poderia se chamar HORIZONTE
 Que parece linha reta mas sei que não é assim

Poderia se chamar PRIMEIRO BEIJO
 Porque não lembro mais do meu passado
Poderia se chamar ÚLTIMO ADEUS
 Que meu antigo futuro foi abandonado

Poderia se chamar UNIVERSO
Porque sei que não o conhecerei por inteiro
Poderia se chamar PALAVRA LOUCA
Que na verdade quer dizer: aventureiro

Poderia se chamar SILÊNCIO
Porque minha dor é calada e meu desejo é mudo
E poderia simplesmente não se chamar
 Para não significar nada e dar sentido a tudo...

("Não Deveria Se Chamar Amor" - Paulinho Moska)

1 de maio de 2012

Nosso Tempo


Tanto que sei e nem sei dizer
Seu abraço é minha casa que não vou ter
Corro o mundo triste sem você
Mas deixo ir, que é pra ver seu sol nascer

Pena nem poder falar
Esse amor não tentar
Se só começo a pensar
Quero poder encontrar
Teu rosto entre as mãos, acalmar meu coração
Dor não vai calar
Me dói saber, nosso tempo não virá...

("Nosso Tempo" - Chicas)

Sonho bom...


Sempre precisei 
De um pouco de atenção
 Acho que não sei quem sou 
Só sei do que não gosto
Nesses dias tão estranhos
 Fica a poeira se escondendo pelos cantos

Esse é o nosso mundo
O que é demais nunca é o bastante
E a primeira vez
 É sempre a última chance
 Ninguém vê onde chegamos
Os assassinos estão livres
 Nós não estamos

Vamos sair
Mas não temos mais dinheiro
Os meus amigos todos estão
Procurando emprego
Voltamos a viver
 Como há dez anos atrás
E a cada hora que passa envelhecemos dez semanas
Vamos lá tudo bem
 Eu só quero me divertir
Esquecer dessa noite
Ter um lugar legal pra ir
Já entregamos o alvo e a artilharia
Comparamos nossas vidas 
Esperamos que um dia nossas vidas possam se encontrar

Quando me vi tendo de viver 
Comigo apenas e com o mundo 
Você me veio como um sonho bom 
E me assustei
Não sou perfeito
Eu não esqueço 
A riqueza que nós temos
Ninguém consegue perceber
 E de pensar nisso tudo
Eu, homem feito
Tive medo e não consegui dormir...

 ("Teatro dos Vampiros" - Legiao Urbana)

28 de abril de 2012

O Que Você Quer Saber de Verdade?



Vai sem direção
Vai ser livre
 A tristeza não
 Não resiste
 Jogue seus cabelos no vento
 Não olhe pra trás
Ouça o barulhinho que o tempo
No seu peito faz
 Faça sua dor dançar
 Atenção para escutar
 Esse movimento que traz paz
 Cada folha que cair
 Cada nuvem que passar
 Deixa a terra respirar
 Pelas portas e janelas das casas
Atenção para escutar
O que você quer saber de verdade...

(Arnaldo Antunes)

Encantar: verbo transitivo. Exercer suposta influência mágica. Seduzir; cativar; fascinar. Agradar extremamente. Provocar irresistível admiração: encantar um auditório. Causar satisfação; agradar profundamente.

Encantamento...
Pra que definir?
Pra que explicar?
Sinto.
É bom.
Leve.
Pleno.
Basta.
Felicidade?
Isso...

26 de março de 2012

Figura Rara


Chega sempre tão certa,
Firme e direta,
Dá seu sinal de presença...
Rara,
Linda figura, doce visão
Encantando a sala...
Leva no rosto
Uma canção que não pára mais!
Ela é quem fica melhor,
Maravilhosa pintura,
Figura rara
No coração...
(Tavinho Moura - Flávio Venturini)

12 de março de 2012

É...






É...
mas tenho ainda muita coisa pra arrumar:
Promessas que me fiz e que ainda não cumpri...
Palavras me aguardam o tempo exato pra falar...
 
Coisas minhas...

("Pra Rua Me Levar" - Ana)

25 de fevereiro de 2012

Um dia...



Ando sozinho pelas ruas
Nas esquinas de qualquer lugar
Vejo um menino
Um velho pássaro
Que não se cansa de voar
Ares de uma mulher
Corpo que seduz
Me leva um pouco para lá
Paro e vejo uma luz
Pode ser o sol
E nada poderá mudar

Te peço pra lembrar
Que o dia nasce e acaba
Responda a quem chamar
Com teu abraço e mais nada...

Sigo o destino que a vida me traz
Do jeito que ele me conduz
Tantas maneiras, formas visuais
Amores e os seus finais
E chegando ao final
Durmo e sonho em paz
Os pássaros no céu lilás
Folhas caem do céu no planeta azul
E nada poderá mudar...

("Um Dia" - Cidadão Quem)

22 de fevereiro de 2012

Bem assim!


Eu pensei te dizer
 Tantas coisas
Mas pra que
Se eu tenho a música?
Bom é bem simples,
Sem nos complicar,
E bastante tempo pra..

("Bem Simples" - Roupa Nova)

21 de fevereiro de 2012



Prefiro a música,
porque ela ouve o meu silêncio
e ainda o traduz sem que eu precise me explicar.

quando avistei...



Porto calmo de abrigo
De um futuro maior
Inda não está perdido
No presente temor

Não faz muito sentido
Já não esperar o melhor
Vem da névoa saindo
A promessa anterior

Quando avistei
Ao longe o mar
Ali fiquei
Parada a olhar

Sim, eu canto a vontade
Canto o teu despertar
E abraçando a saudade
Canto o tempo a passar

Quando avistei ao longe o mar
Ali fiquei parada a olhar
Quando avistei ao longe o mar
Sem querer deixei-me ali ficar...
 
("Ao Longe o Mar" - Madredeus)

20 de fevereiro de 2012

...




Cada vez que eu penso em te ver
Vejo que não dá pra esquecer
Todo tempo que já passou
Tanta coisa ainda ficou
 Como pode ser triste assim
Se eu te amo e sei que não tem razão
 Eu ainda quero ser seu
 Não me importa se eu sentir frio

Se eu sentir frio
Eu fico acordado
 Fico ao seu lado até não ter vento
Folhas jogadas
Minhas pegadas
Vão caminhando até você...

("Frio" - Monique Kessous)

18 de fevereiro de 2012

é só um verbo



(C) larisser:É sempre cultivarO saber na solidãoPra poder manter acessaA vida serenaDentro de um silêncio transparenteQue ajude a compreenderO que acontece alémDas esquinas, das verdadesE das guerrasAlém dos gestos dos gestos...

[...]

(C) larisser:É só um verbo assimMeio meuMeio não meuQue anima os sentidosE corre nos trilhosQue cruzam o pampa da razãoNada o conjuga nãoÉ o infinito em siSem futuro, nem passadoMas presenteAonde está presente.

("Clarisser" - Vitor Ramil)

13 de fevereiro de 2012

queria estar...



Tô do teu lado tão perto, tão perto,
 Pra te proteger...

12 de fevereiro de 2012

...



Surgiu como um clarão
Um raio me cortando a escuridão
E veio me puxando pela mão
Por onde não imaginei seguir
Me fez sentir tão bem, como ninguém
E eu fui me enganando sem sentir
E fui abrindo portas sem sair
Sonhando às cegas, sem dormir
Não sei quem é você

O amor em seu carvão
Foi me queimando em brasa no colchão
E me partiu em tantas pelo chão
Me colocou diante de um leão
O amor me consumiu, depois sumiu
E eu até perguntei, mas ninguém viu
E fui fechando o rosto sem sentir
E mesmo atenta, sem me distrair
Não sei quem é você

No espelho da ilusão
Se retocou pra outra traição
Tentou abrir as flores do perdão
Mas bati minha raiva no portão
E não mais me procure sem razão
Me deixe aqui e solta a minha mão
E fui fechando o tempo, sem chover
Fui fechando os meus olhos, pra esquecer
Quem é você?


("Carvão" - Ana Carolina)

7 de fevereiro de 2012

quase sem querer




Deus me proteja de mim e da maldade de gente boa.
Da bondade da pessoa ruim
Deus me governe e guarde ilumine e zele assim

Caminho se conhece andando
Então vez em quando é bom se perder
Perdido fica perguntando
Vai só procurando
E acha sem saber
Perigo é se encontrar perdido
Deixar sem ter sido
Não olhar, não ver
Bom mesmo é ter sexto sentido
Sair distraído espalhar bem-querer...

("Deus me Proteja" - Chico César)

6 de fevereiro de 2012

sutilmente...



Meu anjo de guarda noturno:
Você é quem sabe de tudo.
E quando eu peço proteção
Não é pra fugir do ladrão
Nem pra me esconder na igreja
Eu quero é que Deus nos proteja
Das dores do coração

Meu anjo de luz, que ilumina
Compositor da minha sina
Não deixe que espinhos me ceguem
Guarde meus caminhos que seguem
Os carinhos dessa menina

Meu anjo de luz guardião
Condutor da minha emoção
Ensine o atalho pra ela
E evoque o anjo dela
No toque sutil da canção...

("Anjo de Guarda Noturno" - Miltinho Edilberto)

5 de fevereiro de 2012

se fosse, seria.


Meu coração está feliz por causa de você
Minha vida mudou de vez depois que você chegou
Sou outra pessoa, uma pessoa bem melhor

Se amor tivesse uma cor, seria a sua
Se fosse branca a cor, seria a mais bela das luas
Toda beleza que o amor pedir
Eu quero pra você o melhor de mim

Se o amor tivesse um nome, seria o seu
Se fosse flor o seu nome, seria o mais doce jasmim
Você sabe me fazer feliz
E eu quero pra você o melhor de mim...

("O Melhor de Mim" - Ana Carolina)

4 de fevereiro de 2012

...


Eu vou tirar você desse lugar
Eu vou levar você pra ficar comigo
E não importa
O que os outros vão pensar
Eu vou tirar você desse lugar
Eu vou levar você pra ficar comigo
E não importa
O que os outros vão pensar

Eu sei...
Que você tem medo de não dar certo
Pensa que o passado vai estar sempre perto
E que um dia eu posso me arrepender
Eu quero
Que você não pense nada triste
Pois quando o amor existe
Não existe tempo pra sofrer...

("Vou Tirar Você Desse Lugar" - Zeca Balero)

2 de fevereiro de 2012

pouco mais...


Temos rotas a seguir
Podemos ir daqui pro mundo
Mas quero ficar
Porque
Quero mergulhar mais fundo

Só de me encontrar
Em seu olhar
Já muda tudo
Posso respirar você
Eu posso te enxergar
No escuro

Tem muito tempo na estrada
Muito trem
E como quem não quer nada
Você vem
Depois da onda pesada
A onda zen
É namorar na almofada
E dormir bem

Foi o seu olhar
O que me encantou
Quero um pouco mais
Desse seu amor...

("Esse Seu Olhar" - Seu Jorge)

31 de janeiro de 2012

bônus


Todo mundo tem alguma vontade
Alguma coisa instigante
Algo incontrolável, diferente
Um desejo alucinante

Todo mundo tem alguma vantagem
Ninguém é totalmente ruim
A sua vantagem é a minha vontade
De trazer você pra perto de mim...
(rsrsrsrsrsrsrsrsrsrs...)
("Vontade" - Moska)

repara bem...



O amor vai te contar um segredo
Não precisa ter medo
Nem sair correndo

O amor nasce pequeno
Cresce, fica estupendo
Às vezes o amor está ali
Você nem tá sabendo

O amor tem formas, formas, aromas,
Vozes, causas, sintomas
O amor...
É mãe, é filho, é amigo
Às vezes num canto esquecido
Existe amor
Antigo

O amor que cuida, parte e assusta
Que erra e pede desculpas
Às vezes o amor quer ferir
E se cura doendo

O amor tem formas, formas, aromas,
Vozes, causas, sintomas
O amor...
É pausa, silêncio, refrão
E explode nessa canção

O amor vai te contar um segredo
Fica atento, repara bem
Que o meu amor é todo seu...

("O Tom do Amor" - Moska e Zélia Duncan)

30 de janeiro de 2012

Heroína E Vilã

Estenda no chão
O tapete que eu quero passar
Esqueça a razão
Deixe tudo pra me adorar

Ponha em minha mão
Uma pedra bonita
Eu lhe segredo mentiras
Você acredita

Não ouça não
O que andam falando de mim
Por puro ciúme, despeito
Inveja ou coisas assim

Perca a noção
Do perigo que espreita
Eu faço a cama na lama
E você se deita

Você vai me seguir
Sou sua heroína e vilã
Viva comigo essa noite
E esqueça o amanhã

Não diga não
Aos caprichos de uma mulher
Preste atenção
Se você realmente me quer

Em compensação
Vou mudar sua vida
Mas se você não quiser
Já estou de saída

Você vai me seguir
Sou sua heroína e vilã
Viva comigo essa noite
E esqueça o amanhã.

(Ana)

29 de janeiro de 2012

Só Pra Você



Olha só fiz uma canção pra quem precisa de uma canção
Vou deixar dobrada bem ao lado do seu portão
Quando der pode ir isso se não chover
Ouve só cada nota diz o que precisa pra lhe alegrar
Seca cada lágrima com outra nota ao cantar
Se desfaz se não der deixa que eu faço mais...

E deixa o som lhe levar daqui
Pra qualquer lugar eu já vi
Que o passado lhe fez sentir
E o futuro ainda está por vir
Olha a sua mão pra saber
O que vem você fez por merecer

Sinta só essa musiquinha vai fazer você descobrir
Que o sorriso anda cabisbaixo tem que querer,
Procurar, se perder e sorrir pra quem bem lhe quer...

("Uma Canção Só [pra você]" - Diego Moraes)

28 de janeiro de 2012

Se Cê...

Se você disser que sim
Que bom vai ser
Vou ficar daqui rezando
Para acontecer assim
Pra tudo correr bem
Até quem sabe lá
Você gostar de mim

Se acaso você não quiser se opor
Pode até um grande amor nascer
Prometo que vai ser tão lindo
Que você vai querer mais
Você vai ver!

("Se Você Disser Que Sim" - Moacir Santos/Vinícius de Moraes)

...



Um vento bom, eu descobri
Agora é hora de viver

Cê vai sacar, quando virar
Que tudo encontra o seu lugar

Um certo amor, a deslizar
Nas entrelinhas pelo ar
Vai sussurrar, quando chegar
Agora é hora de viver

Quero te ver dançar
Dançar tão leve a flutuar
Eu quero só sentir
Que o clima agora vai se abrir...

("Um Vento Bom" - Luisa Maita)

22 de janeiro de 2012

"Essa Pequena"



Meu tempo é curto
O tempo dela sobra
Meu cabelo é cinza
O dela é cor de abóbora
Temo que não dure muito
A nossa novela, mas
Eu sou tão feliz com ela

Meu dia voa
E ela não acorda
Vou até a esquina
Ela quer ir pra Flórida
Acho que nem sei direito
O que que ela fala, mas
Não canso de contemplá-la

Feito avarento conto meus minutos
Cada segundo que se esvai
Cuidando dela que anda noutro mundo
Ela que esbanja suas horas
Ao vento, ai

As vezes ela pinta a boca e sai
Fique a vontade, eu digo
Take your time
Sinto que ainda vou penar com essa pequena, mas
O blues já valeu a pena...

("essa pequena" - Chico Buarque)

21 de janeiro de 2012

Gente




"Tem gente que é só passar pela gente que a gente fica contente...
Tem gente que sente o que a gente sente e passa isto docemente...
Tem gente que vive como a gente vive,
tem gente que fala e nos olha na face,
tem gente que cala e nos faz olhar...
Toda essa gente que convive com a gente,
leva da gente o que a gente teme,
passa a ser gente dentro da gente...
Um pedaço da gente em outro alguém..."

(Fernando Sabino)